Friday, January 06, 2006

Melancolia pós-coito

Sou só eu ou todo mundo no fim de ano fica mais melancólico? Comigo a coisa é barra pesada: análise com alto nível crítico de todos os meus defeitos, seguida de culpa cristã por não ter melhorado nada durante o ano que passou, constatação de que faltam apenas dois anos para chegar aos trinta (ainda ganhando muito menos do que eu tinha imaginado aos 16 anos para esta época da minha vida), inquietação mediante a possibilidade de não ter onde passar o reveillón, mesmo quando no fundo é sabido que SEMPRE aparece a melhor festa da minha vida nos 45 do segundo tempo, medinho do que vem no ano que começa, medinho do que não vem no ano que começa, medinho de mudar, medinho de ficar na mesma. Muitos medos pequenos.

Posso dizer bastante consciente de que eu fico péssima nets aépoca do ano. Mas na virada eu sou a pessoa mais feliz do mundo, a que acha que está no lugar certo na hora certa, sabe como é? Efeito dos fogos de artifício.

Enquanto isso, percorro fotologs e descubro que é tudo a mesma coisa. Outro dia vi um muito interessante, de um menino igualmente interessante, que mora em Londres e aparentemente já experimentou todos os tipos de drogas. Não, não é por isso que ele é interessante, mas sim pela maneira como enxerga as coisas, um jeito incômodo de aceitar a relidade e de aproveitar pequenas colheradas de acaso no meio da rua.

Eu já fui que nem ele, juro que fui. Quando saí da faculdade eu ainda era assim. Ainda me pergunto como foi que me trsnformei em uma cópia feminina do meu pai.
Saudades daquela época.

2 comments:

Anonymous said...

Covarde anônimo diz:
É igual pra todo mundo. Trust me.

bruna paixão said...

e nem por isso eu me sinto melhor,....