Wednesday, January 25, 2006

Sonhos

Hoje o dia começou estranho, com um sonho que envolvia o Ronaldo Fenômeno, a minha psicóloga, a Baxt e meu namorado. Algo a ver com uma entrevista que a Baxt tinha que fazer com o Ronaldinho, e uma consulta de terapia em meio a um churrasco. Acordei atrasada, dei um beijo no gatinho e voei para a Barra, aparentemente à procura do que fazer.

Houve um tempo em que eu anotava todos os meus sonhos, e eles eram sempre uma historinha com começo, meio e fim, geralmente cheios de realismo fantástico a la Gabriel Garcia Marquez. Nessa época eu até tirava umas idéias para textos, escrevia uns contos que ninguém lia a partir de fragmentos de sonho, e talvez estas tenham sido as minhas melhores ficções.

Mas como tudo o que a gente faz bem uma hora ou outra a gente abandona, eu parei de anotar os sonhos e eles se perderam por aí. Muito de vez em quando eu lembro de uma história noturna, e quando tem alguém ao lado quando acordo eu relato as minhas aventuras.

Os sonhos dele são mais legais. É uma mistura de game e filmes de ação, tiros de laser e perseguições implacáveis. Muitas vezes eu estou no sonho também, atirando com minhas pistolas futuristas e fugindo dos bandidos muito malvados.
Acho que eu prefiro os deste tipo.

1 comment:

Baxt said...

Que honra!!! (participar do seu sonho, não entrevistar o Ronaldo, é claro. Honra vai ser entrevistar o Crumb, o James Lovelock e o Sidney Magal :o)

Sabe, pensei em te ligar hoje para conversarmos. Mas eu não sei mais ligar para as pessoas.

Por isso mando comentários em blogs.

beijos!