Tuesday, April 22, 2008

Arroz com Furikake

Impossível namorar com um japonês e não ficar familiarizada com os costumes orientais. É por isso que volta e meia eu e Japanimation vamos dar um pulo na Liberdade, onde compramos potinhos, temperinhos, balinhas e bebidinhas originais da terra do sol nascente, e corremos pra casa pra experimentar as novas aquisições. Aliás, descobri que esse bairro é o preferido dos cariocas que se mudaram pra Sampa, como no caso desse cara aqui.

O campeão no quesito 'melhores sabores orientais' é, definitivamente, o arroz com furikake. Quase ninguém conhece o tempero japonês que vai em cima do arroz, e que tem sabores variados de peixe, ovo, vegetais, mix, etc. Toda vez que vou pra casa do Japanimation, fazemos arroz naquelas panelas elétricas (aliás, aposto que muita gente aqui no Rio nem conhece as tais panelas!), e passamos o fim de semana beliscando a iguaria, fazendo montinhos entre as refeições, ganhando alguns deliciosos quilos a mais.

Volta e meia eu e o Japa inventamos de fazer um almoço oriental. No Japão, os pratos são separados por tigelinhas do tamanho de uma única porção. Comemos, então, com um monte de vasilhas em cima da mesa: uma pro arroz com furikake, outra com missoshiro, outra com bolinhos chineses... E comemos de hashi, e bebemos saquê em copos de cerâmica, e dispensamos os sushis. Deve ser por isso, por comer pequenas porções em diversos recipientes, que os japoneses são tão magros, imagino.

Eu não fazia idéia de que o arroz com furikake era o número um na preferência dos descendentes e simpatizantes de japoneses. Depois li uma matéria com nisseis famosos, e todos se derretem frente ao pozinho mágico. É amor à primeira vista.

2 comments:

Baxt said...

Hahahaha! Aqui em casa o arroz japones é a comida da preguiça! Facinho de fazer, a gente come com esse temperinho que vc mencionou (só as vezes), molho shoyu, gergelim tostado (aquele preto) e enrola tudo nas algas.
Mas o mais divertido foram os salgadinhos de lojas orientais que eu conheci com a sogra. O melhor de todos são as peas (ervilhas?) cobertas de wasabi. Tem também os salgadinhos genéricos, que são uma mistureba incluindo um peixinhos secos inteirinhos, muito esquisitos. E na embalagem ainda tem um desenho kawai do peixinho...
Tem também o doce de arroz recheado de doce de feijão. Eu pessoalmente não gosto da parte de arroz, mas o marido gosta.
Tem mais um montão de coisinhas que eu aprendi a comer depois que conheci o Hiro, mas esses são os top of mind.
Isso é um bonus de conhecer gente de cultura diferente.

PS: tem o sukiaki tbm! Esse quem faz é o sogro.

wgoonie said...

Legal, Bruneca, se rendeu mesmo às "delícias" orientais, heim??? hahahah
Arroz com furikake é muito bom mesmo, sou viciada, misturo vários ao mesmo tempo e vou comendo!
Conseguiu encontrar o senbei que eu falei? Tipo mochi?
Poxa, passei uma semana em SP e não fui na Liberdade... mas pelo menos comi um pastelzão de bacalhau no Mercado Municipal. Tb é um clássico da culinária.. rsss
bjo.