Wednesday, July 04, 2007

2002, 2003

Dia desses eu recuperei uns textos de blogs antigos. Coisas de 2002, 2003, quando eu ainda me considerava uma pessoa de vinte e poucos anos.

(Isso porque, desde que eu fiz 29, quando me perguntam a idade, eu digo logo que tenho 30. Achava que era a única a fazer isso, mas descobri uma amiga com a mesma atitude. E no final das contas, essa história de medo de chegar aos 30 é besteira... Até porque pouca coisa mudou pra mim desde os 25. A principal diferença é que agora eu tenho muito mais dinheiro)

Mas aí, relendo todas aquelas histórias, deu uma saudade louca dos meus vinte e poucos anos. Época em que eu poderia aterrisar de pára-quedas no Baixo a qualquer momento e, ainda assim, encontrar uma mesa cheia de amigos para eu me juntar. Muitas daquelas noites descritas nos textos eu já havia esquecido completamente, mas voltaram à memória no exato momento em que eu reli. Incrível isso: basta a gente ter um pequeno estímulo que o nosso cérebro recapitula direitinho.

Por causa do momento recuerdos, resolvi dar um presente para todos aqueles amigos que foram mencionados nos textos antigos: reuni tudo em um grande livro, que fala das nossas vidas desde 2002 até hoje.

Não sei se eles vão gostar - provavelmente, sim. Mas, pra mim, organizar esses textos já foi um super presente.
Pelo menos pra alguma coisa serve manter um blog...

5 comments:

maybe said...

ah, eu também vivo dizendo que tenho 30. Uma coisa isso....

maybe said...

ah, eu também vivo dizendo que tenho 30. Uma coisa isso....

Baxt said...

Hmm, pena que eu nao devo estar nessas historias... Eu digo que tenho "quase 30", pq estou com 28. Acho que a partir de novembro vou usar essa tatica. Eh mais digna.

Zander Catta Preta said...

Eu, definitivamente, tenho 40. E vou "estar dizendo" que tenho 40 por uns oito anos.

Zander Catta Preta said...

Obs...

coloca o livro para download? tipo o que eu fiz com o Urbanóides?