Tuesday, July 12, 2011

Autoimagem

Hoje comentei com uma amiga que acabou de completar os 29 anos que ando preocupada com a chegada dos meus 35: agora tenho 33, faço 34 em dois meses, e isso me coloca a apenas um ano de distância daquele idade tão terrível para as mulheres. A idade em que se deve optar pela pílula ou pelo cigarro, em que as mamografias passam a ser exames obrigatórios e anuais, em que deixamos pra trás definitivamente os 30 e poucos para entrar na contagem regressiva dos 40. Tenho medo dos 35, assim como já tive medo dos 25 e dos 30 (e depois descobri que são duas idades ótimas, cada uma por um motivo).

Mas o pior de se ter à frente um ano e dois meses prestes a completar 35 primaveras é não ter a noção de que já cheguei a essa idade. Não posso ver um pessoal de 20 e poucos que logo quero me enturmar, como uma tia Sukita precoce (e a galera dessa idade nem conhece a referência dos tios Sukita!). O fato é: converso mais com a filha da minha vizinha do que com a minha vizinha. Isso é muito triste, ou só um pouco triste?

É que assim como as pessoas que fizeram operação de redução de estômago e ainda se vêem gordas, eu ainda me vejo com vinte e poucos. E olha que eu já melhorei bastante, mas ainda insisto no vício de redes sociais da última semana (já faço parte do Google +, você faz?) e nas bandas de rock que acabaram de tocar no Coachela. Uma trintona Sukita.

Por outro lado, morro de medo de virar uma daquelas mães que só conhecem musiquinhas de creches, ou casas de festas, e que se esquecem de consumir qualquer outro tipo de leitura que não seja informação materna. Não, deus me livre guarde de virar uma dessas mulheres que se fecham no mundo as suas casas e esquecem o resto lá fora. Será que existe maneira de não pensar só em fraldas e gracinhas do seu filho e, mesmo assim, ser uma boa mãe? Será que há possibilidade de cuidar e brincar com seu rebento e continuar consumindo música boa e romances legais?

Tenho algumas referências de mães que não viraram amamentadoras profissionais, mas essas são uma pequena ilha diante de um oceano de casos opostos. Acho que só quem viver, verá - e, enquanto isso, eu bato papo com a minha vizinha pós adolescente sobre bandas e redes sociais do momento.

11 comments:

Bruno Borsatto said...

Não se preucupe pelomenos vc tem um espirito jovem ja eu, quem em conhecia no twitter antes de eu colocar foto achavam que eu tinha 40 anos, eu tenho 15.
manda um convite do google+?

bruna paixão said...

manda aí o seu email que eu mando pra vc.
Mas aviso logo: ta bem chato ainda...

Bruno Borsatto said...

Bruno_borsatto@msn.com
Manda aew ^^

Barbara said...

Eu sou amamentadora profissional, passei a ter opinioes fortissimas sobre partos, melhor maneira de fazer uma crianca dormir, attachment parenting e mais o diabo.
Mas ainda sobra uma partezinha de mim que anda escrevendo ficcao cientifica para equilibrar.
Eu tenho esperanca?

bruna paixão said...

Nao, Baxt, vc não está na categoria de amamentadora profissional! Vc faz mil coisas ao mesmo tempo, e sabe de tudo que está rolando no mundo. Não é de mães como vc que eu to falando, néam!
Na verdade, eu quero ser tipo vc quando eu crescer na minha autoimagem! :D
Saudades, garota!

Barbara said...

Na verdade, eu nao faco mais ideia do que acontece pelo mundo, mas isso nao vem ao caso, hehehe.
Mas vc esta certa, nos sempre seremos maes descoladerrimas porque, bem, porque sempre fomos ultra descoladas e bacanas, neam?
E nao queira ser como eu nao! Vc pode ser bem melhor. Saudade tbm, vc nao usa escaipe nao? :)
(esse ano iremos pro Brasil! ha!)
beijao!

bruna paixão said...

obaaaa! Quero ver o filhote! Ah, e vc e o Hiro tb, é claro! heheheh
Estou tenatndo conectar mais no skype. andei meio ausente.
vamos ver se nos encontramos dia desses por lá :)
beijosss

Barbara said...

Vamos, vamos! Ou entao vamos marcar um horario para conversar. Beijao!

adriana said...

Bruna, que saudades, garota!
Fazia tempo que não lia teus posts, estão uma delícia, bom revê-los. Não se preocupe com isso, tenho certeza que você será uma super-mãe-antenada-em-tudo sempre!!
E com relação à idade, pior sou eu que vou fazer 40 e ainda não me liguei em agir como tal...só lembro a diade quando olho no espelho, rsrsrsrs Quando te vi falando do google +, meu primeiro impulso foi de dizer: me adiciona aí!! Aí vi a postagem do garoto e me deu uma vergonha...
bjs querida!!
Nana

bruna paixão said...

hahahah que nada, Nana!
Vou te mandar um convitinho do Google+, pra gente aproveitar tudo o que as redes sociais oferecem pras trintonas! :D

adriana said...

:)