Monday, April 24, 2006

A busca da perfeição

Sempre que eu penso em perfeccionismo, lembro de seleção de empresas feita pelo RH. É porque esta se tornou uma resposta clássica para a pergunta: "Qual é o seu maior defeito?" Responder que a busca da perfeição é o maior problema que você tem na vida pode ser interpretado, por alguns aspirantes desesperados a cargos e salários fixos, como um defeito positivo, por mais paradoxo que isso pareça. Só que, para as pessoas verdadeiramente perfeccionistas, essa característica não tem nada de valioso. Ao contrário, é um puta de um sufoco.

Eu sou uma pessoa perfeccionista. Nada do que eu faço está à altura de como eu gostaria que estivesse feito. A busca da perfeição é uma busca perdida, visto que perfeição não existe. Os perfeccionistas estão fadados ao fracasso.

Não é só no trabalho que essa história de desapontamento acontece. Nas minhas relações pessoais eu estou sempre pensando que deveria ter agido diferente. Cansa demais ser perfeita e, com isso, os acessos de mau humor são ainda mais freqüentes, já que todas as minhas ações são altamente criticadas.... por mim mesma. Ser perfeccionista é nunca estar plenamente satisfeito com nada.

Nas minhas andanças por aí, venho combatendo milhões de defeitos, mas nunca pensei em combater o perfeccionismo. Não houve momento algum que eu tenha pensado 'fiz tudo o que podia fazer'. Há sempre um porém, um 'e se', que fica me atormentando na parte de dentro dos ouvidos.

Os aspirantes a cargos deveriam saber que, na hora de listar um defeito, é melhor confessar que fala muito, ou que tem mau humor de manhã, do que mencionar a procura pelo totalmente correto. A não ser, é claro, que eles sejam tão chatos e enfadonhos quanto eu, nesse aspecto. Coitadinhos.

1 comment:

Gabriela said...

Conheço bem essa história.
hehe