Thursday, March 30, 2006

O que vou fazer da minha vida?

Nas últimas semanas de ausência do blog, várias questões passaram pela minha cabeça. Tais como:
- Devo lutar pela minha vida profissional ou deixar as águas rolarem?
- Será que procuro um apt na Barra ou na Zona Sul?
- Por que os professores de ginástica falam com os alunos como sargentos na hora da abdominal?
- Algum dia eu vou me olhar no espelho e não me achar gorda? Aliás, existe alguma mulher que não se ache gorda?
Todas essas perguntas de tamanha importância vieram à minha cabeça para encobrir a maior de todas: o que é que eu vou fazer da minha vida?

Não importa o quanto eu esteja realizada pessoal e profissionalmente, ou se eu estou realaxadamente trabalhando e ganhando pouco, ou se tenho dedicado meus dias a algum hobby que não sirva para nada mas que me deixe contente ou sei lá o quê. A qualquer momento, em qualquer lugar, surge na mente a pergunta como um pop up de filosofias de vida superficiais: o que é que eu vou fazer da minha vida?

É que são muitas as opções. Geralmente, sou uma pessoa que sabe exatemente o que quer. Só me sinto confusa em relação a comida (o que vou pedir de lanche no Mc Donald's? Vou jantar em uma creperia, um restaurante japonês ou no Outback?) e ao resto da minha vida. Eu tenho muitas possibilidades e aquele medinho que não me abandona que é o temor de ter escolhido o caminho errado.

Ok, estamos em quase abril. Nestes quatro meses, já considerei (e ainda considero) trocar de empresa, trocar de cargo, conversar com o chefe sobre aumento, fazer o meu trabalho bem feitinho e esperar que ele fale por si só, frilar para aumentar o orçamento, frilar como estilo de vida, trocar de profissão e até (uma vez só, confesso) abrir um negócio próprio.

O Ninja não é nada assim. Ele sabe muito bem o que quer, para onde vai e como estará daqui a 5 anos. Deve ser ótimo viver dessa maneira.

4 comments:

isabele said...

Tb penso nisso...porém todo santo dia ao acordar e antes de dormir...enfim...

maybe said...

Ai Brunita, são tantas dúvidas que acabei me perdendo também.... Eu acredito que essa pergunta não deve ser feita. Não se cobre muito minha querida... pode parecer comodismo... talvez não seja... Beijos!

Bruna Brubis said...

Os links nos trazem aqui de uma forma especial.

Espero que esteja bem.

Beijos

cidmendes said...

OII tudo bem?
Poxa, pensava q era so eu que passava por isso, me sinto melhor agora..!!!rs